Novidades » TCM/BA escolhe banca organizadora de concurso

 

TCM/BA escolhe banca organizadora de concurso

17/11/2017 11:06:37
Está cada vez mais próxima a realização do novo concurso público do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia (TCM/BA). Acontece que o órgão já escolheu a empresa responsável por elaborar, organizar e executar todas as etapas do certame.

A banca organizadora selecionada por meio de dispensa de licitação é o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), antigo Cespe/UnB. O próximo passo será a assinatura do contrato de prestação de serviços entre ambas as partes.

Como confirmado anteriormente, o concurso do TCM/BA terá oportunidades para os cargos de auditor estadual de controle externo e auditor estadual de infraestrutura. Ambos os postos aceitam candidatos com formação superior em determinadas áreas de atuação e com experiência profissional comprovada.

Os cursos exigidos para auditor de controle externo são os de administração, ciências contábeis, ciência da computação e informática, direito ou economia. No caso do auditor de infraestrutura são os de engenharia civil ou arquitetura.

O número de vagas que será contemplado no edital do concurso do TCM/BA não foi revelado até o momento. Mas vale lembrar que, em julho, o presidente do tribunal constituiu a comissão organizadora do certame, que é formada pelo auditor Antônio Carlos da Silva; o procurador do Ministério Público de Contas, Danilo Diamantino Gomes da Silva; e os auditores de controle externo Vítor Maciel dos Santos e Milene de Oliveira Barbosa.

Atribuições dos cargos do concurso do TCM/BA

O auditor estadual do controle externo tem como atribuições
desenvolver atividades auditoriais de nível superior, englobando também coordenação, supervisão e execução de serviços de auditoria, bem como elaboração de estudos, pesquisas e informações de caráter transdisciplinar e emissão de pareceres e relatórios conjuntos nas áreas jurídica, contábil, financeira, econômica, administrativa, de tecnologia da informação e de planejamento.

Já o auditor estadual de infraestrutura deve desenvolver atividades auditoriais de nível superior, englobando também coordenação, supervisão e execução de serviços de auditoria na área de infraestrutura, bem como elaboração de estudos, pesquisas e informações de caráter transdisciplinar e emissão de pareceres e relatórios conjuntos nas áreas de engenharia e arquitetura.

Fonte: jcconcursos

Fale Conosco

Mande uma mensagem, clique aqui

Newsletter  

Cadastrar